Você Mulher, pode aprender algo muito legal e ainda Faturar Muita grana Criando Tiaras para Bebê em sua Casa. Cadastre-se GRÁTIS e vejo o Vídeo falando sobre como isso funciona...

Revista MCA

Órfãos de pais vivos

É importante a presença dos pais na vida dos filhos, não só a presença física mais também na parte do sustento, educação e em tudo. Neste post estou falando sobre órfãos de pais vivos nas ruas e dentro de casa. [...]

Importância do pai

 

O papel do pai nos primeiros anos de vida: A personalidade da criança se forma até os cinco anos de idade. O pai é figura de extrema importância nessa fase.

Espera-se que ele seja o sustentador, provedor, conselheiro e o modelo que sirva de imitação para os filhos.

Deve-se levar em conta- como base da família, o relacionamento do pai com a mãe, para que os filhos aprendam os princípios básicos da vida em sociedade.

Lares bem estruturados formam filhos bem criados com personalidade firme e bem preparados para a vida.

Órfãos de pais vivos são numerosos hoje em dia. As causas da ausência física ou psicológica dos pais são varias:

• Ausência física e psicológica;

• Omissão- não se preocupam com os filhos;

• Trabalho noutro estado ou país;

• Viagens longas;

• Separação e divórcio;

• Abandono do lar e constituição de outra família.

Em cada um desses casos, o motivo da ausência causa impacto diferenciado sobre a criança, dependendo de algumas variáveis, como:

• Sexo e idade da criança;

• Nível de inteligência;

• Características constitucionais;

• Ordem no nascimento (primogênito ou caçula);

• Meio de sociocultural;

• Tipo da relação filho-mãe, etc.

De modo geral, as crianças aceitam melhor a morte do pai, do que estas causas de ausência aqui mencionadas.

No caso de morte, não tem mais jeito, a mãe precisa assumir o sustento da casa- se o pai deixou pensão, se a mãe já trabalha fora, etc., são fatores influenciarão no enfrentamento da morte do pai.

Nestas ocasiões os parentes podem ajudar e orienta na educação, religião , trabalha, etc. na ausência do pai, os filhos ficam mais sujeito a influências de fora:

• Vizinhos;

• Parentes;

• Colegas na rua;

• Palpites e criticas de todos os lados.

É importante o papel da mãe para lidar com esses fatores. Ela tem que ser pai e mãe. A privação paterna com dificuldades no desenvolvimento emocional, cognitivo e no relacionamento interpessoal.

Ao tratar deste assunto, órfãos de pais vivos, deve-se leva em conta dois aspectos relevantes:

 

1. Órfãos de pais vivos dentro de casa;

2. Órfãos de pais vivos fora de casa- que são os meninos de rua, menores abandonados, mas que têm pais vivos.

Como os filhos podem ser órfãos de pais vivos dentro de casa?

 

Parece incoerência, mas alguns pais se consideram como tais apenas porque lhe deram a vida, mas o papel do pai não se restringe apenas a isso, envolve sustento, presença, contato diário, diálogo, etc. O pai ausente, mesmo dentro de casa, é aquele que:

• Não tem autoridade sobre os filhos;

• Não providencia a subsistência das crianças em termos de alimentação, vestuário;

• Não respeita os filhos e não é respeitada por eles;

Órfãos de pais vivos são numerosos hoje em dia

 

• Não dialoga com os filhos;

• Não os aceita como são;

• É autoritário (não tem equilíbrio ou moderação para ensinar);

• Rejeita os filhos;

• Deixa fazer tudo o que querem;

• É rígido demais, causando gagueira ou dificuldades para se expressarem;

• É incoerente e inconsistente na disciplina;

• Nega amor e afeição a criança, é frio e distante;

• Desrespeita a esposa;

• Satisfaz todos os desejos da criança (o que também é uma forma de rejeição);

• Ridiculariza a criança quando ela tenta se expressar;

• Nega a individualidade da criança, tratando-a como um objeto, etc.

As crianças cujos pais se comportam dessa forma podem ser consideradas como órfãs dentro do próprio lar. Tudo isso é prova da rejeição paterna.

O pai que rejeita é como se não existisse. As consequências são graves, pois as crianças se sentem inseguras, tímidas, podendo desenvolver fobias, tendência a depressão, sadismo e até suicídio.

Estas crianças crescem cheias de conflitos por problemas mal resolvidos e formam personalidades desajustadas mal estruturadas, causando-lhes prejuízo da infância a adolescência e até a vida adulta.

Órfãos de pais vivos têm dificuldade para forma um auto conceito positivo, assim como uma autoestima elevada, e também a sua autoimagem fica prejudicada, pois o pai é uma figura significativa na vida dos filhos e, principalmente, influenciará na formação dessas características que acompanham a criança e o adolescente por toda a vida.

A ausência do pai pode levar o adolescente a rejeitar-se, apresentando:

 

• Auto conceito negativo;

• Fraca autoestima;

• Atitudes crônicas de alto reprovação;

• Sentimentos de inferioridade;

• Falta de confiança em si;

• Sentimentos de culpa (“ Todos são contra mim”, “ Ninguém aprova o que faço”, etc.);

• Curva-se diante de opiniões ou decisões dos outros;

• Torna-se mentiroso, mitômano;

• Torna-se autodestrutivo envolvendo-se em dificuldades (ralis, direção perigosa, “pegas”, etc.);

• Pode se voltar para as drogas.

Órfãos de pais vivos nas ruas

crianças de rua fome pobre

São os menores abandonados. Estes São influenciados pelos grupos de meninos de rua, pelos líderes de gangues, escolhem seus modelos para imitar nos bandidos mais perigosos que conhecem por admirarem sua força e sue prestígio como líderes no grupo.

Na busca de um modelo, imitam esses marginais, identificam-se com eles e introgetam os valores dos mesmos, tornando-se iguais ou piores que eles.

Sexualidade

 

O pai é o modelo para a identificação da masculinidade nos filhos e é responsável em acentuar as qualidades femininas nas filhas, incentivando-as ao papel feminino que irão desempenhar no futuro.

É importante o seu relacionamento com a esposa. O pai terno, amoroso e carinhoso ajudará na escolha do pai conjugal das suas filhas.

Os filhos que admiram seus pais quererão ser valorosos e importantes para seus pais para se casarem com mulheres que sejam tão boas como suas mães.

As filhas que admiram seus pais gostarão de ser tão femininas como sua mãe para se casarem com um homem tão valoroso como seu pai.

Sempre ouvi dizer que “a melhor a melhor coisa que um pai pode fazer por seus filhos é amar a mãe deles…”

Para concluir

 

Reflita sobre o que a Palavra de Deus fala sobre o papel do homem como esposo e pai.
Josué 24.15-“Eu e minha casa serviremos ao Senhor…”

Salmos 144.12-“Para que nossos filhos sejam como plantas, bem desenvolvidos na sua mocidade; para que nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas, como colunas de um palácio”.

1Timóteo 3.2-7-“Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar, não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento, que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (porque se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?).

Não neófito para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo; convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta e no laço do diabo”.

1Pedro 3.7-“Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra a mulher, como sendo vós os seus coerdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações”..

Recomendo que veja também estes posts:

Sobre o autor | Website

Rayane Borges é uma jovem de 20 anos que casou-se aos 16 com o bloggueiro Romaryw Borges e é feliz. Cada dia mais ela aprende e ama o mundo fascinante da internet, em especial aos blogs. Por isso dedica boa parte do seu tempo criando conteúdos que possam agregar valores na vida das pessoas.

Quer Aprender a Fazer Lindas Tiaras para Bebê?

Cadastre-se GRÁTIS e veja como Ganhar de 2 A 5 Mil Reais Por Mês Produzindo Tiaras para Bebê em Casa!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Gostei de conhecer seu blog, alem de assuntos de família, eu gostei desse post em particular, também sou casado e tenho 4 filhos, e sei da importância de um pai na vida das crianças. Parabéns pelo seu trabalho!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.