Você Mulher, pode aprender algo muito legal e ainda Faturar Muita grana Criando Tiaras para Bebê em sua Casa. Cadastre-se GRÁTIS e vejo o Vídeo falando sobre como isso funciona...

Relacionamentos Revista MCA

Vida conjugal “lança âncoras”

Ola minhas lindas!
Neste artigo vamos falar um pouco sobre vida conjugal, algumas partes deste artigo encontrei em uma revista (MCA), e achei de muita importância repassar pra você.

Quem é casado sabe que muitas vezes passamos por situações que até nos mesmos pensamos que nosso casamento não vai suportar.

Não existe casamento que é sempre mar de rosas, também existem as dificuldades que a vida nos traz.

Todo casamento, vez por outra, enfrenta “tempestades”, muitas delas podem ser enfrentadas, mas nem todas.

Nem sempre é possível obter o resultado favorável diante das “tempestades” que se formam á frente dos cônjuges, ás vezes, em vez de enfrentá-las, a melhor estratégia é esperar que elas passem e nestes casos o correto a fazer é “lançar âncoras”.

Lançar âncoras á ação final

orando“Lançar âncoras” é ação final, a última instância, quando tudo o mais falhar e não houver mais nada a fazer. “Lançam-se âncoras” para conseguir suportar o tempo da tempestade.

Existem casais desesperados porque observam seus casamentos submeterem em meio ás “águas agitadas” do dia a dia da vida conjugal.

São casais que se esforçaram, buscaram ajuda, “navegaram contra a maré”, fizeram tudo o que estava ao alcance, mas nada funcionou para melhorar o casamento.

O que a maioria destes casais não sabe é que nestas horas há uma última esperança e esta não falha: o “Lançamento das âncoras.”.

Li uma vez um texto que ilustra muito bem esta situação, ele dizia que certa vez um rapaz estava muito aflito dentro de seu barco em uma cidade dos EUA, pois fora anunciada uma terrível tempestade de que varrei a costa onde ele vivia.

Então, para garantir que seu barco não fosse despedaçado pelas bravas ondas e ventos e nem fosse levado para longe da praia, ele apanhou várias cordas e começou a amarrar o barco em árvores próximas á praia e também em lugares postes.

Um marinheiro experiente que passava na hora questionou sua estratégia e ao entender a preocupação do rapaz deu-lhe orientação para fazer algo diferente do que fazia.

Explicou que se amarrasse o barco a ás árvores, o vento as arrancaria e levaria o barco. Se o vento não tivesse força para arrancar as árvores, poderia arrebentar as cordas e se não arrebentasse as cordas quebraria o barco, mas de qualquer maneira, o barco não estaria seguro daquela forma.

Desesperado, o rapaz lhe perguntou então o que deveria fazer. O marinheiro respondeu: “Lança as âncoras, o mais fundo que poder e deixe o barco garantido nas âncoras, somente elas podem salvá-lo”.

Na vida conjugal, muitas vezes enfrentamos tempestades tão difíceis e destruidoras que somente as âncoras podem salvá-las.

Há pessoas que se desesperam com as tempestades no casamento e tentam salvá-lo a todo custo, tentam de todas as formas garantir que o casamento suportará e vencerá tais tempestades.

Estas pessoas lançam mão de muitas coisas que são incapazes de proteger o casamento, diante de uma terrível tempestade.

Algumas inventam maneiras para salvar o casamento,outras usam os filhos como chantagem para tal, outras ainda ameaçam trocar o conjugue por outro, há as que usam dinheiro para manipular o outro, parentes também são usados, doenças são simuladas, ameaças, autocomiseração, etc.

Quando bate o desespero de uma tempestade ameaçando o casamento, muitos usam meios incapazes de protegê-lo. “Amarram cordas em árvores”.

Diante de algumas tempestades que ameaçam um casamento, a única estratégia capaz de protegê-lo são as âncoras. Mas que são elas? Como lançá-las?

A “âncora” significa a confiança em Deus

casalA “âncora” aqui referida é a confiança em Deus. Embora pareça simples demais, na realidade é forte demais. A confiança em Deus é importante em tudo em nossa vida.

Certa vez um Pastor recebeu em seu gabinete um homem desesperado porque estava perdendo seu casamento.

Já havia tentado tudo o que podia na esperança de salvar seu relacionamento conjugal, mas nada funcionou.

Seu casamento piorava cada vez mais. Então, o pastor disse a ele que lhe restava à coisa mais difícil de fazer. Ele, prontamente, perguntou o que era e me disse que estava disposto a qualquer coisa que lhe garantisse a continuidade de sua família unida.

O pastor mandou que ele lançasse a âncora. Ele perguntou o que era isso. Respondeu-lhe que se tratava de esperar no Senhor.

Percebendo que ele continuava confuso, o pastor leu para ele o texto bíblico que dizia: “Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta; a qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do céu” (Hb 6.18-19).

Enquanto determinadas “tempestades” são enfrentadas pelo casamento, é comum que os cônjuges fiquem com a alma aflita e angustiada. Nestas horas, colocar a confiança no Senhor Deus, tê-lo como refúgio em meio á tormenta, funciona como uma “âncora” para a alma aflita.

Enquanto a “tempestade não passa”, a confiança em Deus mantém a alma segura das aflições, mantém a alma “ancorada”. Em meio a uma terrível tempestade enfrentada pelos discípulos, a ordem de Jesus foi: “Não temas, sou eu!”

Nem sempre que tivermos cercado de problemas e enfrentarmos “tempestades” na vida conjugal as ações humanas, por mais cuidadosos que formos, serão suficientes.

Há tempestades sob as quais não adianta tentar navegar, em muitos casos é a âncora que resolve.

Há situações em que todas as tentativas humanas falham, são momentos tão difíceis que não vemos saída, então, quando tivermos tentando todas as coisas ao nosso alcance e mesmo assim a ameaça da tempestade continuar, quando chegarmos ao fim da linha e para nós definitivamente não houver mais solução, ainda haverá uma saída, o escape está em cima, em Deus.

Ao olharmos para o alto perceberemos que resta uma esperança e é esta que funciona como uma âncora que sustenta o barco enquanto a terrível tempestade não passa.

Há momentos na vida que a estratégia é confiar em Deus e esperar nele. Há tempestades que não se deve enfrentar, mas lançar a âncora e esperar que passe.

Mesmo os barcos mais seguros não podem resistir a todas as tempestades. Todo barco tem âncora. Há momentos em que só ela resolve.

Todo casamento, por mais forte e sólido que seja, precisa lançar mão da confiança em Deus a fim de conseguir suportar todas as “tempestades” ás quais a vida conjugal fica exposta.

Um casamento duradouro e prazeroso é possível, mas não para aqueles que confiam apenas na capacidade humana.

Uma vida conjugal segura é aquela em que os cônjuges se esforçam ao máximo para vencer as “tempestades”, mas também sabem quando devem, em vez de enfrentá-las, apenas lançar âncoras e esperar que o Senhor traga a calmaria.

Quem deseja um casamento feliz e para sempre não deve abrir mão da utilização da âncora (confiança em Deus) quando a “tempestade” bater forte. Os que desejam permanecer casados e felizes não podem navegar sem Deus.

Ah, o rapaz que temia perder sua família me procurou novamente, só que desta vez estava junto com sua esposa, para me informar que ambos estavam planejando o novo rumo da família.

Eles estavam dispostos a recomeçar, tanto ele como a esposa tinham semblantes de quem experimentara o fim da tempestade.
Mostravam expressões cansadas, mas aliviadas.

A “âncora” lançada salvou o casamento deles. Todo casamento pode ser salvo, pois quando tudo falha, Deus resolve.

Barcos ancorados em meio a tempestade se agitam de um lado para o outro, mas não afundam, não quebram e nem são levados pela correnteza.
Casamento que confiam em Deus, de igual modo, podem até “balançar” de um lado para o outro, mas permanecem firmes e seguros, e quando passa a “tempestade” seguem em frente.

Nunca desista de seu casamento. Se as “tempestades” lhe casaram, se você não ver solução, se o “barco conjugal” ameaçar se quebrar, lance a âncora e confie em Deus.

Então é isso minha linda!

Espero que tenha gostado! Deixe seu comentário e por gentileza compartilhe.

Beijinhos da Rayane Borges!

Recomendo que veja também estes posts:

Sobre o autor | Website

Rayane Borges é uma jovem de 20 anos que casou-se aos 16 com o bloggueiro Romaryw Borges e é feliz. Cada dia mais ela aprende e ama o mundo fascinante da internet, em especial aos blogs. Por isso dedica boa parte do seu tempo criando conteúdos que possam agregar valores na vida das pessoas.

Quer Aprender a Fazer Lindas Tiaras para Bebê?

Cadastre-se GRÁTIS e veja como Ganhar de 2 A 5 Mil Reais Por Mês Produzindo Tiaras para Bebê em Casa!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.