Você Mulher, pode aprender algo muito legal e ainda Faturar Muita grana Criando Tiaras para Bebê em sua Casa. Cadastre-se GRÁTIS e vejo o Vídeo falando sobre como isso funciona...

Relacionamentos

Defenda seus filhos

Seus filhos precisam de proteção e vocês como pais têm o dever de defende-los de tudo que possam faze-los sofrer. Defenda-os com todo amor e carinho. Confira este artigo e veja alguns dos pesadelos dos filhos.

Oi meus amados (as)!

Os pais precisam defender os seus filhos dos perigos e armadilhas que estes encontrão pelo caminho. Um ambiente seguro para o bom desenvolvimento da criança inclui atos de defesa por parte dos pais, pois nem sempre os filhos saberão se defender sozinhos.

Os pais precisam estar atentos ás limitações de seus filhos diante dos vários assuntos que os envolvem e defende-los sempre que necessário. Mas não se trata de acoberta erros, mas de auxiliar quando preciso.

Deixe seu filho perceber que é amado, deixe-o perceber que é promovido e deixe-o perceber que é defendido justamente, defenda-o com toda garra. Isto proporcionará um desenvolvimento saudável.

Ainda em relação a defesa, existem algumas áreas que são fundamentais que sejam defendidas, pois mesmo que não falem, os filhos as temem, por exemplo:

Defenda-os do pavor da escola

O primeiro grande choque na vida dos filhos é serem “abandonados” junto com pessoas estranhas e sem a presença dos pais. É a chegada a escola. Se para os adultos isto é uma coisa normal, para as crianças este primeiro contato com a sociedade é tenebroso.

A criança está habituada a viver dentro de casa, no seu lugar seguro onde ela é o centro das atenções, dos cuidados e amor dos pais, de repente, de vê em outro ambiente estranho, cercada por outras crianças estranhas e sob a responsabilidade de adultos também estranhos.

Ela, na escola, não é mais o centro das atenções. Será que sua mãe vai voltar para pegá-la novamente? Será que não vai se esquecer dela? Será que alguém vai socorrê-la se ela se machucar? Será que outras crianças vão bater nela?

Estes são questionamentos que se instalam na mente de grande parte das crianças no momento em que iniciam na escola. Os pais precisam saber disso e se esforçarem para amenizar ao máximo tais medos.

Isto pode ser feito com simulações de uma sala de aula em casa, contando histórias agradáveis sobre a escola, a mãe, ou responsável, prometendo que vai ficar sentado do lado de fora esperando a hora da criança sair, etc.

Defenda-os do medo da separação dos pais

Os filhos têm muito medo de que seus pais se separem um dia. Imaginar-se um dos pais é uma tortura para a criança.

E isso é mesmo uma tortura, as crianças ficam pensando o que fazer se isso acontecer, medo de que os pais o coloquem para escolher entre a mãe e o pai, com quem ele vai querer ficar. Então os pais precisam ter a sinceridade para garantir a seus filhos que eles não vão se separar.

Existem várias maneiras de se fazer isto, mas o ideal é que os pais invistam no casamento de tal maneira que afastem qualquer possibilidade de um divórcio.

Os pais devem investir no casamento também por causa dos filhos, não principalmente por causa deles mas também por eles.

Devem-se evitar comentários sobre separação, os pais devem demonstrar que se amam na frente dos filhos, se elogiarem, trocarem carinhos e beijos, mesmo quando a criança é ciumenta e não gosta de ver os pais abraçados se beijando, mas estes gestos lhes transmitem segurança e aplaca o medo de ficar sem os pais juntos.

A mãe deve elogiar o pai para o filho na ausência dele e vice-versa. Não devem, jamais, fazer ameaças ao filho com uma possível separação, não devem fazer reclamações exageradas sobre a vida conjugal e, mais importante, os pais devem tomar o cuidado para não brigarem na frente dos filhos.

Marido e mulher brigar, não é bom, mas é inevitável, porém, devem tomar o cuidado para não fazê-lo na frente da criança.

Defenda-o do abandono

Há pais que se esquecem de que têm filhos e buscam uma vida como se fossem solteiros, saem para festas, fazem reuniões de amigos, deixam os filhos frequentemente com os avós.

Mesmo que, esporadicamente, isto não seja um problema, a repetição deste modo de viver transmite um sentimento de abandono ao filho.

Quando um filho chega a família ele faz parte do todo, não pode ser tratado como um anexo, algo que pode ser descartado em alguns momentos. Os filhos precisam fazer parte da vida dos pais, não há desculpas para não incluí-los nos planos de passeios, festas, jantares, reuniões, etc.

Os filhos devem estar onde os pais estiverem, e estes, durante os eventos, demonstrar satisfação pela presença deles e não atitudes irritantes, mostrando incômodo pela presença dos mesmos.

No restaurante, as crianças não se comportam como adultas, precisam ser tratadas com paciência, aliás, em nenhum lugar as crianças devem ser exigidas que se comportem como adultos, mas assistidas pelos pais e percebendo a satisfação deles por tê-las por perto. Defenda e proteja-os de tudo que possa faze-los sofrer!

Beijos da Rayane Borges

Deixe seu comentário logo mais abaixo.

Sobre o autor | Website

Sou Rayane Borges, uma jovem de 20 anos que casou-se aos 16 com o blogueiro Romaryw Borges e talvez por isso passei a achar o mundo da internet tão fascinante. Também estou no YouTube. Pesquisa lá Por "CasadaBlog".

Quer Aprender a Fazer Lindas Tiaras para Bebê?

Cadastre-se GRÁTIS e veja como Ganhar de 2 A 5 Mil Reais Por Mês Produzindo Tiaras para Bebê em Casa!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.