Revista MCA Rayane Borges

Relação entre Pais e Filhos

Este artigo é muito importante e vai ajudar muito aqueles que são pais, pois aqui encontra-se detalhes do que é necessário na relação entre pais e filhos. Confira!

A relação pais-filhos-pais depende do caráter do pai e das reações que o filho tem ao viver do pai. Os filhos tendem a imitar os pais e seguir- lhes o exemplo. Leva tempo para uma criança compreender que os atos praticados pelo pai não são recomendáveis. A tendência natural do ser humano é evadir-se da irresponsabilidade que existe no seu ambiente diário.

“Papai paga” dizia o adolescente numa madrugada fria, ao provocar um acidente com vitima fatal, no centro de Belo Horizonte. O corpo sem vida no asfalto, não lhe causava nenhum pesar. Cria que o pai seria capaz até mesmo de devolver a vida a alguém vitimado pela irresponsabilidade.

Como até então o pai havia pagado todas as dívidas e transtornos contraídos pelo filho irresponsável, este seria apenas mais um pagamento. Fácil assinar um cheque. Difícil é educar com responsabilidade.

“Não se preocupe, filho, é só trocar o para-choque amassado”. O conserto do carro que atropelou um jovem dentro de um túnel e tirou-lhe a vida resolveria todas as dificuldades do jovem irresponsável.

Sempre é possível executar um “conserto” com urgência e camuflar um crime. O dinheiro “possui” o milagroso poder de acelerar o tempo. Tudo teria dado certo se a vítima não fosse filho de uma famosa artista.

No caso o poder aquisitivo não conseguiu suplantar a notoriedade, a força e o interesse da mídia. Fosse um elemento da plebe a vítima, a iniciativa paterna teria funcionado.

“Estou grávida”, diz a adolescente ao irresponsável adolescente com quem vinha se relacionado. Mas o “futuro pai” não aprendeu a responder por seus atos. O aborto é a solução para encobrir a irresponsabilidade de ambos. Pouco importa se uma vida será sacrificada no altar da modernidade. Talvez duas vidas.

Será que o risco da jovem não conta?

Importante é se livrarem do peso imposto por atos impensados. São pais, mas não assumem o sagrado dever que a paternidade impõe. Não basta se disser pai.

É preciso ser pai com todas as benesses e sacrifícios que a função impõe. Pais que geraram e abandonaram os filhos. Pais que carecem da coerção judicial para alimentar os filhos, nisso cadê a relação pais e filhos?

Que veem os filhos com hora e dias determinados por um juiz. Que compram chocolate e presentes para convencer os filhos que são bons pais, mas não oferecem amor, carrinho, presença e um exemplo que possa ser lembrado com orgulho.

Para tais pais não há muito a oferecer no dia “Dos Pais”. Para os filhos nada a comemorar. Apenas os traumas que ficam na alma, sem explicação convincente, por isso é muito importante a boa relação entre pais e filhos.

Pais que não empurram carrinhos de bebês. Que jamais ouviram o choro dos filhos nas frias madrugadas da vida, não são pais verdadeiros. Só o são aqueles que conseguem deixar um legado inesquecível para os filhos.

Bens materiais são bons de fato, mas não é tudo e nem é o mais importante

Para ser bom pai nem precisa se preocupar tanto em deixar riquezas materiais aos filhos. Estas serão adquiridas pelos bons filhos no futuro. O pai verdadeiro leva o filho a dizer na velhice do filho, não do pai… “Eu era filho de meu pai…” (não há necessidade exame de DNA, o DNA está no caráter). “ele ensinava- me e dizia-me: Retenha as minhas palavras no teu coração (Pv 4.4) Filho, siga o meu exemplo.

São pais que tomam como exemplo o Pai celeste, que sabem, antes dos filhos, solicitar o que é melhor para suas vidas. É o que o Jesus afirma do nosso pai do céu. “Vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vocês pedirem” (Mt 6.8a). “Vosso Pai sabe que necessitais de todas as coisas” (Mt 6:32).

O pai providência o melhor a seus filhos. Independente de retorno, da gratidão, recebemos a cada segundo bênçãos indizíveis. Até mesmo os que não são filhos por adoção, recebem do Pai as bênçãos comuns destinadas a todos. Chuva, sol, frio, calor. O ar que mantém a vida. A vida em si é dádiva que a cada novo dia Deus coloca ao nosso dispor.

Como pai, seja um bom pai para seus filhos. Cumpre o seu dever paterno. Ofereça aos seus filhos o exemplo de uma vida digna. Deixe marcas que sejam lembradas com gratidão.

Seus filhos não escolhe tê-lo como pai, mas você escolheu tê-los como filhos. Portanto, é responsável por oferecer-lhes o melhor. Leve seus filhos a encontrar no Cristo que você diz crer a razão para lutar e viver. Eles serão eternamente gratos ao lembrar-se de você no futuro.

Que você não seja lembrado como pai ausente

Sabe aquele tipo de pai apenas de final de semana? Sim, esse pai teimoso e irascível, criador de confusões, gerador de contendas, destruidor de Igrejas, agressivo, que leva desaforo para casa. Evite ser esse tipo de pai!

Você que é incapaz de pedir desculpas, porque você não erra. Sem amor e carinho para com a mãe de seus filhos.

Eles nunca o perdoarão pelas lágrimas derramadas pela mamãe. Pai sem tempo de acompanhar o crescimento do filho. Tal pai será renegado e esquecido.

Conclusão

Deixe para seus filhos a lembrança do pai que orava com e pelos filhos. Crente zeloso e fiel. Seja um pai cuidadoso que sabe corrigir quando necessário, mas sempre disposto a abrir novos caminhos para dar aos filhos o melhor. Pai de uma só palavra. Pai que mantém íntima comunhão com o Pai lá do Céu que tudo sabe.

Assim os filhos agradecem por tê-lo como pai. E você será um pai de exemplo para muitos na relação pais e filhos.
Esse é mais um post que achei muito interessante da revista da MCA (Mulheres Cristãs em Ação) da minha Igreja (Batista), espero que gostem.

Beijos da Rayane Borges.
E não se esqueça de deixar seu comentário.

 

 

Sobre o autor | Website

Sou Rayane Borges, uma jovem de 21 anos que casou-se aos 16 com o blogueiro Romaryw Borges e a partir de então me apaixonei pelo fascinante mundo da internet. Também estou no YouTube. Pesquisa lá Por "Casada Blog".

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.